A pré-candidata ao governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB) afirma que o aumento da pobreza em no estado é sintoma da falta de gestão e liderança ao longo dos últimos oito anos. Paulo Câmara (PSB) foi eleito em 2014 e reeleito em 2018.

O aumento da pobreza em Pernambuco foi apontado pelo Instituto de Mobilidade Social (IMDS). Segundo a pesquisa, 44% da população pernambucana vive na pobreza. Ao todo, são 4,2 milhões de pernambucanos.

“Após a morte de Eduardo e a eleição de Paulo Câmara, o PSB agarrou-se apenas a um projeto de poder, e não de Estado. São oito anos de um governo que não saiu do Palácio para transformar a realidade da população, que prefere investir em propaganda e nas acomodações políticas, tentando manter uma imagem que é falsa”, afirma Raquel.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *