Do dia 16 a 18 de dezembro o ‘Circuito Panela do Jazz’ aporta em Triunfo-PE e vai misturar patrimônio histórico, música, arte e regar tudo isso com cultura pernambucana a gosto. O evento chega em sua quarta edição, retomando após dois anos de interrupção em decorrência da pandemia.

Neste ano, o festival que teve suas primeiras apresentações no Recife-PE homenageará o maestro Moacir Santos, um dos maiores nomes da música instrumental pernambucana e brasileira, que começou a ser celebrado nas apresentações virtuais do ano passado e agora continua a ser lembrado pelo Panela do Jazz.

Serão 9 shows durante um final de semana inesquecível, homenageando o maestro floresnse Moacir Santos autor de trilhas sonoras para produções cinematográficas brasileiras e norte-americanas.

MOACIR SANTOS

Nascido em 1926, em Flores do Pajeú, sertão Pernambucano, o músico morreu em agosto de 2006, Pasadena, na Califórnia, onde morava desde 1967. Com uma trajetória singular, da pobreza ao reconhecimento, ele sempre valorizou muito suas raízes negras. Suas composições mais conhecidas têm inspiração nas religiões afro-brasileiras, como Nanã. Formado com os grandes mestres de sua época, o maestro Moacir Santos foi o professor de uma nova geração de músicos como Paulo Moura, Sergio Mendes, João Donato, Baden Powel.No Improviso vamos escutar a obra de Moacir Santos, recuperada por Mario Adnet e Zé Nogueira no álbum duplo Ouro Negro, de 2004.

PROGRAMAÇÃO

Por caue.jwr

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *