Fábio Rocha da Cunha será liberado, pois não há pedido de prisão aberto contra ele.

O blogueiro Marcelo Patriota, informou, nesta terça-feira (31), ao programa A Tarde é Sua da Rádio Pajeú, sobre novos desdobramentos do caso do jovem Adonias Ferreira Costa, 29 anos, que teve o corpo encontrado dentro de uma geladeira em um apartamento em Itapetim.

Segundo Marcelo, o principal suspeito do assassinato, de Adonias, Fábio Rocha da Cunha, 31 anos foi reconhecido e detido pela Polícia Civil de São Paulo, mas devido a falta de um pedido de prisão será solto.

Marcelo explicou que a delegada de Itapetim, Joedna Maria Soares Gomes, à época, fez o pedido de prisão de Fábio, mas que o promotor do caso deu parecer contrário, que foi acatado pelo juiz.

“Ao ser detido em São Paulo, a polícia descobriu que não havia um pedido de prisão contra ele aberto. Por isso ele será solto ainda hoje”, informou Marcelo.

Marcelo também informou que com Fábio, a polícia encontrou documentos falsos. “Ele pode ter se passado por Felipe Siqueira Mariano ou David Lema da Rosa, nomes que foram achados em uma CNH falsa e copias de um RG e um CPF encontrados na casa de Fábio”, informou.

Fábio já foi preso em 2016, no município de Jenipapo de Minas, na região do Vale do Jequitinhonha.

Segundo informações do Aconteceu no Vale, Fábio estava atuando como clínico geral e foi preso após uma denúncia anônima.

Ainda de acordo com o site, há época, ele não tinha passagem pela polícia. “Ele atendia em uma sala da casa mãe e pedia uma contribuição entre R$ 30,00 e R$ 40,00, por consulta”, informou.

No mesmo ano, em agosto, Fábio e mais duas pessoas, sendo uma delas a sua mãe, Isaltina Machado, foram presos suspeitos de matar e ocultar o cadáver de uma idosa num tambor de ferro. As prisões ocorreram em Cidade Tiradentes (zona leste) e Itaquaquecetuba (SP). O crime ficou conhecido como “crime do tambor” e foi, inclusive, divulgado no Cidade Alerta pelo apresentador Luiz Datena.

por André Luis

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *