O ex-vereador e ex-candidato a prefeito de Carnaíba, Gleybson Martins, esteve na tarde desta terça (8) na Rádio Pajeú onde falou sobre os rumos da oposição naquele município em 2024.

Inicialmente, Gleybson falou sobre a sua trajetória política em Carnaíba. “A gente vem fazendo política em Carnaíba já em 2010 quando iniciei me filiando ao PDT. Disputei eleição em 2012 para vereador em Carnaíba, onde não consegui me eleger e foi ai que aprendi como não se ganha para vereador e trago esse experiencia comigo. Fui diretor no governo Zé Mario, posteriormente fui secretario de Agricultura no governo Zé Mario, e depois fui eleito vereador em 2016. Fui presidente da Casa e disputei a eleição para prefeito em 2020, onde era uma situação muito difícil, um cenário onde todos nós sabíamos que era praticamente impossível vencer diante dos números da atual gestão e gestões anteriores. Fui para o enfrentamento, com o objetivo de unir, construir e mostrar um novo projeto para Carnaíba,”, disse Gleybson.

Sobre a escolha do nome para concorrer pela oposição será feita pelo povo e que o nome escolhido, seja o dele ou de Ilma Valério, a oposição marchará junta e unida. “Ao contrário do que o governo está tentando fazer que é dividir a oposição em Carnaíba, pelo contrário, a gente permanece unido, a gente segue firme e as discussões internas acontecem que é um processo natural acontecer. É preciso ter dialogo dentro do grupo, ao contrario do governo lá que impõe candidatura. Na oposição estamos para ouvir, para construir ouvindo a população. Acho que a gente tem esse dever, essa obrigação de ouvir a vontade popular. Se a vontade popular quer Ilma, quer Joao, Manoel, quer Mateus, seja quem for, estarei pronto. Se a vontade popular quiser Gleybson Martins, estarei pronto pra fazer aquilo que Carnaíba precisa. Não estamos aqui para impor e nem bater o martelo, mas quem tem que dizer quem é o candidato é o povo”, concluiu Martins.

por Afogados Online 

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *