Um levantamento feito pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) aponta que a grande maioria das cidades do estado está em nível considerado “crítico” de atendimento por creches.

De acordo com esse estudo, divulgado nesta quarta (8), em entrevista coletiva, na sede do Tribunal, no Recife, a cobertura no estado é de 20%.

Esses são alguns resultados da ‘Operação Ordenada Educação Infantil 2023’, que avaliou a estrutura e a oferta de vagas em creches e pré-escolas públicas de Pernambuco.

O estudo aponta também que nenhuma cidade atingiu os níveis “desejado” ou “bom” em infraestrutura e conteúdo pedagógico.

O levantamento analisou a taxa de cobertura da educação infantil de acordo com as metas estabelecidas no Plano Nacional de Educação (PNE).

Durante a fiscalização, 92 auditores do TCE visitaram 2.500 unidades de ensino infantil em todos os 184 municípios pernambucanos, sendo aproximadamente 60% do total de creches e de escolas com educação infantil existentes no estado.

Piores coberturas de creche
São José do Belmonte
Angelim
Moreno
São Caetano
Caetés
São Lourenço da Mata
Águas Belas
Abreu e Lima
São Bento do Uma
Petrolândia

Melhores coberturas de creche
Itacuruba
Carnaíba
Jupi
Carnaubeira da Penha
Xexéu
Cumaru
Casinhas
Jatobá
Orobó
Vertente do Lério

Piores coberturas de Pré-escola
Ferreiros
Manari
São Benedito do Sul
Paulista
Itaíba
Jaboatão dos Guararapes
Maraial
Inajá
Água Preta
Riacho das Almas

Melhores coberturas de pré-escola
Calumbi
Camutanga
Brejão
Granito
Quixaba
Iracuruba
Iati
Ingazeira
Sairé
Riacho das Almas

por Afogados Online 

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *