Uma passageira de 91 anos morreu após sofrer um mal estar durante um voo que saiu de Fort Lauderdale, na Flórida (EUA), com destino ao Aeroporto Internacional de Belo Horizonte (Confins), em Minas Gerais. O corpo dela ficou horas no assento até o pouso no Brasil.

O avião decolou por volta das 21h07 na segunda-feira, 6, e chegou em Confins às 7h05 de terça-feira, 7. A passageira não teve a identidade divulgada, e estava na classe executiva. Ela morreu na primeira hora de voo, de acordo com informações do jornal O Tempo.

A companhia aérea responsável pelo voo AD8733 é a Azul, que informou que um médico estava a bordo e confirmou a morte da idosa.

Após o pouso, policiais entraram no avião para realizar a perícia, e os passageiros precisaram aguardar cerca de 40 minutos até a liberação.

Ao O Tempo, a Polícia Federal informou que uma equipe foi acionada para ir até o local, além de médicos do aeroporto, para confirmar o óbito que teria acontecido por causas naturais, a princípio. O corpo foi liberado em seguida.

Em nota, a Azul confirmou o caso e lamentou o ocorrido. “A Azul ressalta que está prestando toda a assistência necessária aos familiares”, diz o comunicado.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou que, assim que tomou conhecimento dos fatos, requisitou a remoção do corpo da idosa para o Instituto Médico-Legal Dr. André Roquette, em Belo Horizonte, onde foi submetido ao exame de necropsia e liberado aos familiares nesta terça-feira. A corporação disse também que a Polícia Federal é responsável pela investigação.

por Afogados Online 

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *