O abono salarial PIS/Pasep do calendário 2023 e ano-base 2021 pode ser sacado no máximo até esta quinta-feira (28). Até o início de dezembro, mais de R$ 512 milhões podiam ser retirados, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego. As informações são do R7, parceiro nacional do Portal Correio.

O mesmo levantamento mostra que 519.546 trabalhadores que tinham direito ao benefício ainda não resgataram o dinheiro.

Desse total, 148.055 são trabalhadores de empresas privadas e recebem o abono do PIS (Programa de Integração Social), e 519.546 são servidores públicos, que recebem fundos do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público).

O último lote de pagamentos foi liberado em 17 de julho. O empregado ou funcionário que não realizar o saque agora, a partir desta sexta-feira (29), só terá nova oportunidade de recuperar a quantia em 15 de fevereiro, data definida pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) para o início do calendário 2024 e ano-base 2022.

O abono salarial é um benefício anual, no valor máximo de um salário mínimo, que será de R$ 1.412 em 2024.

por Afogados Online 

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *