A Primeira Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco, julgou, nesta terça (5), Termo de Ajuste de Gestão celebrado entre a Corte de Contas e o Município de Sertânia, representado por seu prefeito, Ângelo Rafael Ferreira dos Santos, cujo objeto foi o cumprimento das medidas constantes, “de forma a solucionar os problemas apontados no Relatório Preliminar de Auditoria” no tocante a melhorias nas escolas da rede municipal.

No julgamento, a Primeira Câmara, à unanimidade, julgou descumprido parcialmente o Termo de Ajuste de Gestão firmado pela Prefeitura Municipal de Sertânia com a Corte de Contas, e deu um prazo de 10 dias ao gestor para apresentar o cumprimento do TAC.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *