Segundo o jornal O Globo, nesta segunda-feira (8), os planos do PT de indicar o vice na chapa de João Campos (PSB) para a reeleição em Recife têm colocado o prefeito numa saia-justa.

O partido dá como certa a aliança e já se debruça sobre três nomes para a composição; por outro lado, aliados de Campos avaliam que a parceria não está definida, já que, com a intenção do prefeito de tentar o governo de Pernambuco em 2026, o PT herdaria o comando da capital, caso ele fosse eleito.

Além disso, o PDT, sigla da atual vice, Isabella de Roldão, sinaliza deixar a base, mas por conta de um briga interna entre os irmãos Ciro e Cid Gomes, que culminou com a saída do senador e de seu grupo da legenda. O desembarque deles está previsto para o mês que vem, justamente no PSB. Antes da rixa familiar, porém, PT e PDT haviam feito um acordo condicionando o apoio a João Campos em Recife à reeleição do cirista José Sarto (PDT) em Fortaleza. A ala de Cid, contudo, apoia a pré-candidatura de outro pedetista, Roberto Cláudio, na capital do Ceará.

O presidente do PDT em Pernambuco, Wolney Queiroz, avalia que a provável chegada de Cid ao PSB terá efeitos colaterais:

“Há total entrosamento nosso com o PSB, João Campos e o projeto de reeleição, mas, no âmbito nacional, surgiram problemas. O PSB está recebendo o senador Cid Gomes e seu grupo, e provavelmente (Cid) irá enfrentar nosso prefeito (em Fortaleza), o que acaba tendo efeitos colaterais. Se continuarmos com João, iremos brigar por espaço. Mas hoje não sei dizer se ficaremos na aliança”, disse o dirigente pedetista.

Ao Globo, o presidente do diretório municipal do PSB em Recife, Gabriel Leite, negou que a aliança com o PT esteja selada, embora a petista Gleisi Hoffmann, presidente nacional da legenda, tenha anunciado o acordo em visita ao estado. Nos bastidores, os nomes do deputado federal Carlos Veras, da vereadora Liana Cirne e do ex-vereador Mozart Sales são apontados como os pré-candidatos a vice. Eles consideram a aliança como certa e afirmaram que o nome será uma escolha conjunta do PT. Leite, porém, garante que essa discussão será posta nos próximos meses.

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *