Grupo com o maior número de hospitalizações no Brasil, os idosos não são prioridade na vacinação contra a dengue no SUS devido à falta de dados sobre eficácia da vacina Qdenga em pessoas com mais de 60 anos e menos de 4 anos.

A vacina será aplicada, inicialmente, em crianças e adolescentes com idades entre 10 e 14 anos. Segundo o Ministério da Saúde, essa faixa etária concentra o maior número de hospitalizações depois de pessoas idosas.

Para definir a priorização, a pasta também considerou a capacidade limitada de produção do laboratório. O esquema vacinal será composto por duas doses com intervalo de três meses entre elas.

por Afogados online 

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *