O Senado aprovou nesta quarta (07), em votação simbólica no plenário, o requerimento de urgência do projeto de lei que acaba com o benefício da saída temporária de presos. A medida acelera a tramitação e libera a proposta de ter de ser analisada em comissões.

A expectativa é que a proposta seja votada só após o Carnaval. O texto já passou pela Comissão de Segurança Pública e, pelo regimento, deveria seguir para avaliação na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), se não fosse a urgência aprovada.

Governistas foram contra a urgência. Votaram contra Paulo Paim (PT-RS), Jorge Kajuru (PSB-GO), Zenaide Maia (PSD-RN) e Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), líder do governo no Congresso. Uma vez aprovado, o projeto volta à Câmara dos Deputados para mais uma análise, porque sofreu alterações dos senadores.

por Afogados online 

Share:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *